CARREGANDO

Escreva para buscar

Tags: ,

Fisioterapia Veterinária

Com.

Junto com os novos cuidados com a aparência, roupas, tosas especiais e coleiras enfeitadas, os cuidados com a saúde dos nossos bichinhos também aumentaram. Com a descoberta de novas doenças também vieram os novos tratamentos e cuidados para evitá-las, e aqui entra a fisioterapia veterinária. É definida como o tratamento de pacientes incapacitados por doenças ou traumatismos, através de técnicas fisioterápicas. Sua aplicação tem demonstrado excelentes resultados

Todos os objetivos das diferentes técnicas fisioterápicas visam aumentar ou restaurar a capacidade do corpo do bichinho, ou de qualquer uma de suas partes, para desempenhar da melhor forma possível, as suas atividades diárias. Diminuindo dores, ajudando a manter ou recuperando os movimentos perdidos recentemente por traumas ou pelo efeito de doenças. Ainda uma rápida recuperação em cirurgias, em doenças crônicas, ganho de força e de massa muscular, melhora da coordenação motora, prevenção de deformidades, independência para caminhar, correr, saltar, precocidade na reabsorção de edemas, aumento na amplitude de movimentos e também diminuir a quantidade de medicamentos administrados.

Esse tratamento segue o mesmo princípio da fisioterapia que nós humanos fazemos, garantindo uma qualidade de vida maior. Dessa forma a recuperação deles é muito mais rápida e eficaz, além de não trazer riscos para o bichinho, pois não é uma técnica invasiva como uma cirurgia, por exemplo.

Dentre as áreas que podem ser tratadas através de diferentes técnicas fisioterápicas, pode-se citar:

  •  Traumato-ortopedia (fraturas, tendinites, lesão de ligamentos, luxação patelar)
  • Reumatologia (artroses degenerativas, artrites)
  • Dermatologia (cicatrização de feridas, cicatrizes hipertróficas)
  • Neurologia (neuropatia central e periférica)
  • Clinica cirúrgica (pós operatório geral)
  • Geriatria (flexibilidade, coordenação, equilíbrio, força muscular, resistência cardíaca, propriocepção e obesidade)

 

Existem vários métodos de fisioterapia, cada um é indicado para um tipo de problema. São utilizados: ultrassom, eletroterapia, laser, infravermelho, magentoterapia, massoterapia,ozonioterapia, hidroterapia (piscina terapêutica e esteiras aquáticas) e cinesioterapia (exercícios terapêuticos). É muito importante salientar que apenas médicos veterinários podem realizar fisioterapias em animais, devido ao amplo conhecimento da anatomia, técnicas cirúrgicas utilizadas e fisiologia do animal, conhecimentos que apenas o veterinário possui.

Quando bem realizada e em um estágio inicial, a fisioterapia pode até mesmo substituir a necessidade de cirurgia, por isso é imprescindível que o bichinho vá regularmente ao veterinário para que o diagnóstico possa ser feito com rapidez.

Em muitos casos, os pets passaram tanto tempo evitando determinados movimentos (por dor ou por não conseguirem realizar tal movimento) que se acostumam a andar sem apoiar uma pata, ou se arrastando no chão, por exemplo. Ai, é importante que haja uma orientação do Médico Veterinário para que o dono saiba até que ponto é necessário ajudar o bichinho, trazendo ração e água para ele, e quando é importante deixar que ele se esforce para tentar fazer aquilo sozinho.

A alegria que um animal de companhia demonstra ao ter seus movimentos normais devolvidos através da Reabilitação Animal é algo indescritível, o qual somente o proprietário que teve seu animal recuperado pode testemunhar.

Este é mais um serviço que a Bichinhos.com oferece ao seu bichinho.

Tags:
Andrea Karpen

Andrea Karpen é a veterinária responsável pela clínica Bichinhos.com

  • 1

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *